Social Icons

Mangá: Sanctuary - 12 Volumes (Atualizado)


Sanctuary é uma história policial que envolve o lado sujo da lei: no crime e no jogo de interesses da política, com violência, sexo e muito poder. Nela conta a história paralela de Akira Hojo e Chiaki Asami. O primeiro é um gerente local da Yakuza, a máfia japonesa, e o outro é assistente pessoal de um importante congressista japonês.

Os dois fizeram um pacto: mudar o Japão através de uma revolução de bastidores. Politicamente conservador, o Congresso japonês (Dieta) é formado majoritariamente por homens com mais de sessenta anos – a política segue uma escada de favores capaz de chocar até mesmo os políticos brasileiros. Dispostos a passar por cima desse rígido código informal, Hojo e Asami formam uma dupla imbatível: o mafioso financia e protege Asami, que começa uma escalada política.

Sho (Buronson) Fumimura, pseudônimo de Yoshiyuki Okamura, constrói um thriller policial em que o ritmo violento é ditado pelo traço magistral de Rioychi Ikegami, o mesmo de Crying Freeman, enquanto adiciona elementos de suspense, capturando o leitor para dentro desse Japão subterrâneo. Tanto Tokai, o violento ex-chefe de Hojo, quanto Kyoko Ishihara, a inspetora de polícia obcecada com o mafioso, adquirem papéis decisivos ao longo da trama, que a cada capitulo ganha ainda mais agilidade, ação e reviravoltas.

Título: Sanctuary
Gênero: Ação/ Thriller/ Adulto
Autores: Sho Fumimura e Rioychi Ikegami
Grupos: Echi Must Die e Fuji Scan

*Para fazer o download basta clicar na capa.




Comentários
10 Comentários

10 comentários:

  1. Esse mangá é ótimo, excelente, perfeito! Deve fazer 2 anos que estou esperando a Conrad lançar o sexto volume. Por favor, se vocês dispoinibilizarem a coleção inteira, é claro que vou baixar. Depois as editoras reclamam. Eu estvaa comprando direitinho, mas eles pararam de publicar. Assim é foda...

    ResponderExcluir
  2. Um dos melhores que vi sobre mafia foi Katekyo Hitman Reborn. Vou olhar esse.

    ResponderExcluir
  3. Katekyo Hitman Reborn *--* Anime muiito fera, mas tem que ter paciencia =P (primeira saga é chatinha sem muita ação, mas melhora)é um dos melhores animes que já vi e por enquanto é o meu anime favorito!

    Mas tb vou olhar esse.

    ResponderExcluir
  4. o 6º volume foi lançado aqui "Anonimo", tenho todos os 6.

    "PAI, perdoai, essa crianças (Hugo e Yukina) não sabem o que falam!"

    ResponderExcluir
  5. Parabéns ao pessoal que traduz esses trabalhos e/ou os disponibilizam no site. Vocês realmente fazem diferença ao trazer tantas publicações de fora que possuem tanta qualidade. Podem se orgulhar em estarem contribuindo para a nossa cultura e não é qualquer um que pode falar isso não.

    Há muito que uso esse site e faz tempo que esperava poder baixar mais desse mangá. Ele possui uma história indescritivelmente fascinante, sério, é impossível expressar o quão bom é esse mangá, só lendo mesmo para saber. A única coisa que posso falar é que ele é uma trama política e criminal extremamente bem feita e bastante instrutiva porque é possível aprender bastante sobre a sociedade japonesa com ele e conhecer um lado dela não tão positivo.

    A máfia japonesa (Yakuza) de fato exerce um tremendo poder mesmo que os índices de violência no país sejam baixíssimos, isso acontece porque a máfia opera num nível que quase não atinge as pessoas normais. É uma instituição muito enraizada na cultura japonesa que surgiu há séculos e existem pesquisas em que vários japoneses dizem achar necessária a existência da mesma. Quanto ao congresso ser composto por homens velhos, na verdade é um fenômeno nas democracias representativas que políticos em altas posições sejam pessoas de certa idade, em países bicamerais (duas casas legislativas) como o Brasil o Senado costuma ser composto por idosos enquanto a câmara de deputadas costuma ser mais aberta a adultos mais jovens. A própria palavra Senado tem origem latina que remete ao ancião ou a uma casa de anciões. Lá em Roma também não era permitido a entrada de pessoas muito jovens, achava-se como ainda se acha que com a velhice acompanha a experiência, o que não deixa de ser verdade, mas o que esse mangá mostra é que deixar os mais velhos dirigirem a sociedade possui a tendência de deixá-la estagnada e anêmica porque é com os mais jovens que estão os ideais e a energia para realizar todas as mudanças culturais e sociais adequadas. Com a idade as pessoas se tornam mais apáticas e cínicas e o que os protagonistas querem é realizar uma revolução na sociedade japonesa enquanto ainda estão jovens. Também é muito boa a crítica que o mangá faz não só ao Japão, mas a toda sociedade moderna sobre como as pessoas vivem vidas sem genuína alegria funcionando como peças em uma engrenagem.

    E eu estranhei ver Reborn sendo citado aí. rsrs

    Nada contra, eu também gosto de Reborn, mas ele é um mangá infantil sobre poderes e lutas. Absolutamente nada haver com Sanctuary.

    ResponderExcluir
  6. Vocês pretendem continuar essa série. Se não, vocês poderiam me dizer onde consigo baixar ela completa?

    ResponderExcluir
  7. Rolou uma treta entre os grupos scanlations por causa desse mangá!

    ResponderExcluir
  8. Valeu pela divulgação, Ndrangheta =)

    ResponderExcluir

 
Blogger Templates