Social Icons

HQ Euro: Sláine - O Deus de Chifres - Livro I


“Em um tempo que não é tempo, em um lugar que não é um lugar, eu escrevo. Sobre um grande rei, Sláine Mac Roth, que governou um império que não era um império, em um passado que não era o passado, nem mesmo o futuro, mas a eternidade. Por que as lendas são imortais.”


Com estas palavras tem início uma das mais fantásticas sagas já vistas no mundo das HQs. Sláine - O Deus de Chifres, escrito por Pat Mills e desenhado primorosamente por Simon Bisley, tornou-se um marco na carreira destes artistas, além de alcançar grande sucesso ao redor do mundo.


Sláine, o guerreiro irlandês de eras mitológicas, foi criado por Mills e sua esposa Angie Kincaid em 1982 para a revista britânica 2000 AD. Durante seus primeiros sete anos, o personagem teve uma carreira modesta nas páginas em preto e branco daquela publicação. Contudo, Sláine já demonstrava um grande potencial artístico, superando a impressão inicial de que ele era apenas mais uma imitação de Conan, o bárbaro criado por Robert E. Howard e sensação dos quadrinhos na década de 1970.

Profundamente inspirada na Mitologia Celta, especialmente na pseudo-história da Irlanda contida no“Livro das Invasões” (Lebor Gabála Érenn), a criação de Mills e Kincaid explorou diversos aspectos da literatura fantástica, chegando até a incluir um pouco de Ficção-Científica nas tramas. Estes anos iniciais mostraram o jovem Sláine sendo exilado de sua tribo, viajando como ladrão de gado, mercenário e, finalmente, retornando para a sua terra natal onde se torna rei. Então, em 1989, surgiu a primeira história colorida do personagem. Os painéis foram pintados por Bisley, uma tendência que vinha ganhando força na época. Este primeiro ciclo colorido durou cerca de um ano e evidenciou o talento literário de Pat Mills.

O Deus de Chifres narra a épica aventura de Sláine na tentativa de unir as tribos da Irlanda contra a ameaça dos Lordes Drunes, malignos sacerdotes que deturparam a religião da Deusa Terra. Os Drunescontam com os monstruosos fomorianos como aliados, e são muito mais poderosos. Para derrotar estes inimigos, Sláine deverá juntar os quatro objetos sagrados da Irlanda e, tendo a Deusa Terra Danu como guia, trilhará o caminho para se tornar o novo “Deus de Chifres”.

Personagens excepcionais e magnificamente desenvolvidos permeiam a história. Alguns até poderão achar que O Deus de Chifres tem muito texto e pouca ação, mas sem esta característica, Sláine seria apenas mais um bárbaro cortando cabeças. Um dos grandes destaques fica para o personagem Ukko, o anão. Ukko, um sujeito pouco honesto, muito malandro e pervertido é o grande companheiro de aventuras de Sláine. Atuando como narrador da trama, ele tem a oportunidade de reescrever a sua participação na história e, não raro, o vemos exaltar suas virtudes enquanto os desenhos mostram exatamente o contrário.

Apesar de não ser uma HQ no estilo das HQs Euros, mesmo sendo de lá, transformei esse arco em 4 livros.


Scan: £L!¢aRpO

DOWNLOAD:



Comentários
7 Comentários

7 comentários:

  1. Qual a diferença desse para o outro que tinha antes aqui no Ndrangheta?

    ResponderExcluir
  2. Com certeza é a qualidade grafica do scan. não sei como ele consegue fazer essa melhoria na imagem que fica impressionante.

    Valeu por esse classico!

    ResponderExcluir
  3. Cara, essa obra é fantástica.
    Além de ser um bom lugar pra conhecer a mitologia celta.
    Aliás, ótimo lugar, porque livros sobre os celtas são raros no Brasil.

    ResponderExcluir
  4. Eu quero saber onde posso comprar as HQs em Brasília DF. Pfv se alguém souber me responda!vlw

    ResponderExcluir

 
Blogger Templates